2.2.18

Medo

"As pessoas ainda vivem um bocado com medo de homenagear Salazar. É um sistema que quando se homenageia Salazar a primeira palavra que vem a boca das pessoas é fascista e é errado. Quando se dizia que antigamente no Estado Novo se vivia no medo, não, hoje é que se vive no medo”, disse.
“A PIDE foi transformada no Ministério Público e numa série de outras instituições que censuram o povo e corrompem a nossa sociedade”, acusou."

Tudo isto se passou ali, na vizinhança, a uma dezena de quilómetros.

2 comentários:

  1. Salazar era vizinho do meu pai.
    Era honesto, mas pouco mais que isso.

    ResponderEliminar
  2. A honestidade e o seu despojamento são os trunfos que a extrena-direita e alguns saudosistas desmemoriados apresentam.
    Vizinhos no Vimieiro?
    Boa semana.
    Abraço

    ResponderEliminar

Conte...