2.11.17

Enquanto não chega cá a moda do assédio sexual...

"Por cá, a ópera bufa de Tancos continua em exibição e com grande sucesso. Cada episódio é mais hilariante que o anterior e todos os intervenientes estão de parabéns pelas magníficas prestações que tem tido.

Depois do roubo do material de guerra que ninguém viu; depois de se saber que a videovigilância estava avariada, a cerca por reparar e que as rondas eram quando calhava; depois de terem sido demitidos temporariamente cinco chefes militares para não perturbar as investigações, que foram reconduzidos antes de serem conhecidos os resultados das ditas; depois de se suspeitar que o material já estaria todo no estrangeiro, prestes a ser utilizado por perigosos jihadistas, eis que os cidadãos foram informados que afinal se tratava de material obsoleto e para abate, pelo que os larápios não só tinham feito um favor ao país ao levar a sucata como o país se podia rir de larápios tão mal informados; depois de ser dado por adquirido que tal material nunca apareceria, eis que ele surge como por encanto num armazém a pouco mais de 20 quilómetros de Tancos, descoberto pela Polícia Judiciária Militar, que o retirou imediatamente do local sem dar conhecimento senão algumas horas depois à Unidade Nacional de Contraterrorismo (UNCT), da Polícia Judiciária (PJ), que lidera a investigação; depois de se saber que praticamente tudo tinha sido recuperado, eis que é revelado que afinal os assaltantes ainda devolveram uma caixa que não constava da relação inicial do material roubado em Tancos. Extraordinário!"

in Expresso Curto

2 comentários:

  1. Só as rábulas da ida à guerra do Solnado tinham mais piada que este disparate incrível.

    ResponderEliminar
  2. Realmente, é tudo tão rocambolesco que dava um ótimo guião para filme cómico.

    Boa semana!
    Abraço

    ResponderEliminar

Conte...