17.5.16

O general sem medo

Já o Primeiro-Ministro, António Costa, optou por valorizar a componente pedagógica de evocação confiando que desta forma melhor se perpetuará a memória de Humberto Delgado: “as gerações novas ao verem e ouvirem este nome quando daqui partirem ou daqui chegarem vão interrogar-se sobre quem é”.

É com grande regozijo que vejo o nome de Humberto Delgado perpetuar-se no aeroporto de Lisboa. Uma homenagem merecida.

Concordo inteiramente com as palavras do primeiro-ministro, só gostaria que essa preocupação pedagógica se refletisse no ministério da Educação.
Lamento imenso que o anterior governo tenha retirado do programa de Português do 12° ano a peça de teatro, drama narrativo, "Felizmente Há Luar!" de Sttau Monteiro.
Momento ímpar na vida dos nossos jovens para se promover a consciência cívica e política, através da abordagem desta obra que é a metáfora da situação política que se vivia na década de 60, século XX. Há um paralelismo entre esta época de má memória e a vivida no início do século XIX e se aqui temos os maquiavélicos senhores do Rossio que veem no general Gomes Freire de Andrade uma ameaça aos seus desígnios, acabando por o condenadar à morte;  na década de 60, o governo de Salazar sente-se igualmente ameaçado pelo protagonismo ascendente do general Humberto Delgado que, como sabemos, foi assassinado pelos esbirros ao serviço da ditadura. Ambos, podemos dizer, generais sem medo, ambos defensores  do povo oprimido e ambos barbaramente assassinados.
Revolta-me, sinceramente, que a obra tenha sido retirada do programa - os novos programas do ensino secundário tiveram início este ano letivo no 10° ano - porque, e por conhecimento e experiência próprios,  os alunos aderiam otimamente às discussões que se geravam à volta da peça.
Valha-nos, pelos menos, que do céu possamos, à partida, ou à chegada, ler com orgulho o nome Humberto Delgado.


2 comentários:

  1. Tens razão.
    "Valha-nos, pelos menos, que do céu possamos, à partida, ou à chegada, ler com orgulho o nome Humberto Delgado".
    Agora é fácil, sobretudo para quem parte do e chega ao ... agora Aeroporto Humberto Delgado.

    O teu texto tem mérito. Melhor fora que não tivesse.

    Beijo, C

    ResponderEliminar
  2. Estamos, pois, em sintonia!

    Beijo, A.

    ResponderEliminar

Conte...