18.7.13

Do meu baú 1.

Ao longo da minha vida profissional, fui coleccionando respostas que os alunos davam, quer nos testes, quer nos Exames Nacionais que corrigi durante 16 anos. Algures, na casa da minha mãe andará por lá esquecido um caderno, de capas castanhas, com muitas outras respostas hilariantes.
O que me espantava, muitas vezes, e de forma positiva, era quando a imaginação e a criatividade estendiam o seu manto diáfano sobre a crua ignorância.
E esta tarefa, acreditem, não é para qualquer um.

“Quando Fernando Pessoa estava a morrer, mesmo, mesmo já moribundo, deixou esta Mensagem.”

“Antero de Quental utiliza também o ponto de terminação apenas no fim do poema.”




Sem comentários:

Enviar um comentário

Conte...